Matueté Blog

By Matueté

13 de fevereiro de 2020 0

:: By Matueté | Produções Matueté | Sem categoria

Matuete_rancking_01

Nada como um novo ano para retomar sua lista de viagens dos sonhos. Páginas em branco de um passaporte, esperando por novos carimbos. Cantos secretos e culturas igualmente encantadoras, prontos para serem descobertos. Para facilitar, convocamos nossa equipe, um time que não cansa de colocar o pé na estrada, para listar destinos que merecem sua visita nos próximos 12 meses. No Brasil ou fora dele, o que importa é embarcar nessa viagem transformadora que é descobrir o mundo.

Malas prontas?

——-

Janeiro

—-

 M A L D I V A S  |  POR RENATA D` ANGELO

Matuete_rancking_24

“Em janeiro, as chuvas são quase inexistentes e o cenário fica ainda mais propício para a vida al mare que o destino pede. E nada melhor do que começar ano em clima de paz absoluta e conexão com a natureza. Imagine acordar em uma vila flutuante e ver tartarugas, arraias e tubarões nadando aos seus pés. Fora que não importa o tempo lá fora: a cor da água é sempre surpreendente e impressiona ainda mais pelo contraste com a areia branquinha.”

Dica: “Um passeio de barco ao pôr do sol, com direito a brinde.”

——-

P A T A G Ô N I A  |  POR KARINA ABREU

Matuete_rancking_25

 

“As temperaturas mais altas, por volta dos 20 graus, são ideais para desbravar as surpreendentes paisagens da região. Vale separar mais tempo para realizar roteiros que combinam El Chaltén e El Calafate, onde fica o Perito Moreno.”

Dica: “A trilha Laguna de los Tres, em El Chaltén. Você sai caminhando da própria cidade, sobe bastante até encontrar uma vista incrível de um lago com picos nevados.”

——-

Fevereiro

—-

A N T Á R T I C A   |  POR BIANCA MAGRI

Matuete_rancking_02

“Nessa época, as temperaturas são mais amenas – ufa! – e a vida animal é muito abundante, como os pinguins recém-nascidos, que parecem de desenho animado.”

Dica: “Como a maioria dos icebergs já derreteram, é possível avistar diversas baleias, que chegam ao destino para se alimentar, pertinho do seu bote Zodiac.”

——

J A M A I C A  |  POR LUIZA DOMBROSKI

Matuete_rancking_03

“Se o seu desejo de viajante pede férias na praia em clima de sossego total, a Jamaica é imperdível. Tem cores e sabores encantadores, além de um povo hospitaleiro que te recebe como ninguém. E essa é a época que menos chove, aproveite.”

Dica:Visitar o Fire Fly, museu do escritor Noel Coward instalado em sua antiga casa de veraneio. Além de conhecer mais sobre sua história, você aproveita uma vista incrível do destino.”

——-

Março

—-

A L P E S    POR GABRIELA FIGUEIREDO

Matuete_rancking_04

“Esquiar na primavera é uma delícia porque os dias são mais longos e ensolarados. Quase sempre você consegue almoçar nos terraços dos restaurantes, às vezes até de camiseta.”

Dica: “A neve fica mais pesada, então escolha estações mais altas pra garantir que as pistas ainda estejam em boas condições nessa época.”

—–

 C A M B O J A  |  POR LARA SARKIS  

Matuete_rancking_05

“Visitar os templos budistas e outras construções históricas esculpidas em meio às florestas, em uma época menos disputada é um privilégio. Soma-se a isso o clima não tão quente e as chuvas mais escassas. Lugares como o complexo de Angkor, por sua riqueza de detalhes, e o templo Banteay Srei, com suas inusitadas pedras rosadas, estão sempre na minha memória.”

Dica: “A saborosa culinária local servida nos mercados da Pub Street, em Siem Reap. O amok, peixe ensopado no leite de coco que lembra um pouco nossa moqueca, é inesquecível.”

——-

Abril

—-

J A P Ã O   |  POR THAÍS YUMI

Matuete_rancking_06

“Acompanhar a euforia com que os japoneses recebem as cerejeiras é encantador. Da decoração das lojas aos sabores de sorvetes, as flores enfeitam – e perfumam –  cidades como Tóquio e Osaka.”

Dica: “As iguarias sazonais que também são comuns nessa época. Troncos de bambu cozidos, docinhos recheados de morango, os mochis, e pequenas enguias batizadas de Ikanagos fazem parte da lista.”

—-

P E R U   |  POR MAGÊ PAGANO

Matuete_rancking_07

“O trem Andean Explorer é um jeito de ver os principais pontos do Peru, incluindo paisagens menos óbvias, de maneira confortável, charmosa e com exclusividade. Você passa por montanhas nevadas, campos meio desérticos, ruínas arqueológicas no meio do nada e pelo lago Titicaca. E, nessa época, as chuvas já cessaram e a chance de dias ininterruptos de céu azul é grande.”

Dica: “O nascer-do-sol imperdível em cada parada e o pisco sour com banana da terra frita servido a partir das 10 da manhã – cheio de energia, é um verdadeiro café da manhã dos campeões.”

——-

Maio

—-

S E I C H E L E S   |  POR MAYRA VITA

Matuete_rancking_08

“Esse paraíso tropical na costa da África é imperdível para quem adora mergulhar ou simplesmente não resiste à uma ilha paradisíaca. E o destino fica especialmente convidativo em maio, quando chove menos e o mar é mais calmo.”

Dica: ”A ilha de La Digue, onde só se chega de barco e carros são proibidos. Para conhecer seus cantinhos secretos, escolha entre a bicicleta ou o carrinho de golfe.”

—-

   C Ó R S E G A   |  POR ANITA BESSON

Matuete_rancking_09

“O clima é perfeito para embarcar em uma roadtrip que desbrava o interior da ilha. O contraste entre as praias paradisíacas com algumas reservas naturais incríveis, caso da Scandola, e as montanhas imponentes resulta em um cenário impressionante.”

Dica: O GR20, um dos mais famosos hikings da Europa, com 200 quilômetros que cortam o destino de norte a sul.”

——-

Junho

—-

L E N Ç O I S   M A R A N H E N S E S  |   POR GABRIELA FIGUEIREDO

Matuete_rancking_10

“Além de evitar uma grande concentração de turistas, junho é garantia de um cenário marcado por lagoas cheias, cristalinas e ainda mais deslumbrantes. Também é o mês de festas tipicamente brasileiras no Nordeste, quando as cidades ficam todas enfeitadas.”

Dica: “A festa do boi na praça central de Santo Amaro ou um animado forró nos arredores de Atins, experiências mágicas.”

—–

M E N O R C A  |  POR CAROLINA SLEMER

Matuete_rancking_11

“Menos explorada que as vizinhas Ibiza e Mallorca, Menorca é especial. Mais ainda em junho, principalmente no começo, quando não há trânsito, nem tampouco lotações nas praias ou restaurantes. E os termômetros não atingem os 40 graus.”

Dica“A trilha Camí de Cavalls, que dá a volta na ilha inteira. São 187 quilômetros, mas você pode escolher um trecho para fazer a pé, de bike ou a cavalo.

——-

Julho

—-

A Ç O R E S |  POR MAYRA VITA

Matuete_rancking_12

“As hortênsias a perder de vista e os campos verdinhos deste arquipélago, ideal para famílias que gostam de ecoturismo, ficam ainda mais exuberantes nessa época de pouca chuva. O clima é um convite para aproveitar a vida outdoor que os Açores pedem.”

Dica: “A trilha de mountain bike na lagoa de Sete Cidades seguida de banho de águas termais em Furnas.”

—-

C H A P A D A   D I A M A N T I N A  |  POR PEDRO TREACHER

Matuete_rancking_13

“Um destino incrível para aproveitar as férias escolares, principalmente para famílias com crianças a partir de oito anos, que já aguentam caminhadas mais longas. A programação, que inclui grutas e cachoeiras inesquecíveis, pode ser feita de acordo com a idade do grupo. Além disso, o sol da Bahia segue brilhando lá fora, mas as chuvas são menos frequentes.”

Dica: “A cachoeira do Buracão, uma das mais incríveis do Brasil, que fica no sul da Chapada. No nosso roteiro de uma semana, passamos duas noites em uma cidadezinha rústica nessa região para conhecer esse e outros lugares sem precisar passar muitas horas no carro em um mesmo dia.”

——-

Agosto

—-

 G R O E N L  N D I A   |  POR ANITA BESSON

Matuete_rancking_14

“A época é perfeita para explorar a imensidão branca de gelo que marca essa ilha já que é possível navegar no meio dos icebergs e entrar nos inúmeros fiordes. As focas aparecem toda hora e, com sorte, você ainda será surpreendido por um urso polar.”

Dica: “Os navios de expedição, tendência da vez quando se fala em cruzeiros de luxo. Com adaptações pensadas para enfrentar obstáculos no caminho, eles chegam em lugares bem isolados – na Groenlândia quase não há estradas.”

—-

  P O L I N É S I A  F R A N C E S A  |  POR MAGÊ PAGANO

Matuete_rancking_15

“A época da seca é perfeita para aproveitar essa viagem especial, que tem vegetação impressionante e praias paradisíacas, mas vai além: os nativos, que te recebem muito bem, e a cultura local são grandes atrativos.”

Dica: “As ilhas são muito diferentes, as paisagens mudam, então vale combinar cerca de três delas em um mesmo roteiro. Os vulcões de Bora Bora e as plantações de baunilha de Tahaa, por exemplo. Também indico o passeio para ver baleias jubarte.”

——-

Setembro

—-

S I F N O S   |  POR LUIZA MOREIRA

Matuete_rancking_16

“O fim da alta temporada é sinônimo de restaurantes mais vazios, o que é essencial nesta ilha, conhecida por sua gastronomia excepcional. As praias de água azul turquesa ficam praticamente desertas.”

Dica: “Um passeio de barco ao redor da ilha, parando em tavernas como a Manoli – prove o mastello, cordeiro cozido no forno de barro.”

—-

N O R U E G A  |  POR LUIZA DOMBROSKI

Matuete_rancking_17

“Se as paisagens dos fiordes já são de tirar o fôlego, imagine no outono, quando elas ganham um colorido todo especial com o início das auroras boreais. E há muito menos turistas, vale dizer.”

Dica: “Um passeio de barco no mar aberto com um pescador de king crab para abrir as armadilhas colocadas no mar. O programa termina com um almoço com o catch of the day.”

——-

Outubro

—-

Á F R I C A  DO  S U L  |  POR BOBBY BETENSON

Matuete_rancking_18

“Programa imperdível para aproveitar o break oferecido pela maioria das escolas brasileiras. Afinal, acordar com elefantes no terraço do seu quarto é uma experiência inesquecível para qualquer família. Finalize o programa com alguns dias em Cape Town, que tem cenas gastronômica e cultural pulsantes.”

Dica: ”Um passeio de bicicleta, com direito a piquenique e degustação, pelas vinícolas de Stellenbosh ou Franschhoek. A região também tem opções super charmosas de hospedagem.”

—-

F E R N A N D O  DE  N O R O N H A  |  POR PEDRO TREACHER

Matuete_rancking_19

“Outubro é o mês que as águas atingem sua visibilidade máxima – cerca de 50 metros –, ou seja: os mergulhos serão inesquecíveis. E ainda tem sol e quase nenhuma chuva, então dá para combinar bons programas de praia e mergulho.”

Dica: “Conduzida por um guia, a trilha subaquática te leva a lugarzinhos escondidos nas águas de Noronha, sempre acompanhado por muitos peixes.”

——-

Novembro

—-

L Í B A N O  |  POR GABRIELA FIGUEIREDO

Matuete_rancking_20

“É quando o calor dá uma trégua que maravilhas da Antiguidade como as ruínas de Baalbek ficam ainda mais esplendorosas. E vale sair do circuito óbvio para visitar a cidade antiga de Anjar, no Vale do Beqa.”

Dica: “Uma degustação dos centenários vinhos do Chateau Ksara, no Vale Beqa, fundado em 1857 por padres jesuítas.”

  M A R R O C O S  |  POR HELOISA PALMA

Matuete_rancking_21

“O clima, nem tão quente, nem tão frio, torna tudo mais agradável, principalmente as caminhadas por medinas medievais como a de Fez. Ao lado de um guia, você pode se perder por seu emaranhado de ruelas estreitas que mais parecem uma viagem no tempo.”

Dica: “Passar uma noite em um tented camp nas dunas gigantes de Merzouga é especial. Aproveite também para ver como pequenas agriculturas e pecuárias familiares cultivam um rio verde no meio do deserto no vale de Skoura.

——-

Dezembro

—-

R I O  T A P A J Ó S  |  POR  PEDRO TREACHER

Matuete_rancking_22

“Muita gente associa as viagens de verão a destinos de praia, mas poucos sabem que algumas das praias mais exclusivas do Brasil estão na Amazônia. O roteiro pelo Rio Tapajós combina programas para desbravar a floresta com momentos de sossego nas praias. E essa região é uma das únicas em que você consegue, em poucos dias a bordo, explorar diferentes ecossistemas, de águas cristalinas às mais escuras.”

Dica: “Uma ceia de réveillon longe de todo mundo numa praia isolada da Amazônia – trata-se de um dos poucos lugares do Brasil onde consegue garantir faixas de areia só para você.”

—-

I S L Â N D I A  |  POR BIANCA MAGRI

Matuete_rancking_23

“A pitoresca paisagem islandesa fica ainda mais especial no alto inverno. Além da aurora boreal, a época proporciona experiências únicas, como mergulhar de snorkel entre placas tectônicas em uma água de cor singular no Parque Thingvellir.”

Dica: “O voo de helicóptero por cenários espetaculares que pousa, literalmente, na cratera dos vulcões Hekla, Katla e Eyjafjallajökull. Para coroar, tem o impressionante contraste do gelo com uma praia de areia preta.”

———————————————

Inspirado pela nossa seleção? Conte conosco para tornar realidade essas e outras viagens memoráveis em 2020. Viajar é preciso, quem vem?

————————

Posted by
0

:: By Matueté | Dica do Viajante | Natureza | Produções Matueté

Em Julho organizamos uma viagem especial para destinos que são nosso xodó no Brasil: Lençóis Maranhenses, Alter do Chão e rio Tapajós, à bordo do Tupaiú. O sucesso foi tamanho que gostaríamos de dividir a carta de agradecimento com vocês:

Matuete_Lençois_Maranhenses_01

Voltamos recentemente da nossa viagem aos Lençóis Maranhenses, Alter do Chão e rio Tapajós. Foram 8 dias no total, ficamos todos muito felizes e satisfeitos, só temos elogios a fazer.

Matuete_Lençois_Maranhenses_02Em primeiro lugar, a natureza que Deus nos proporciona nesses
lugares é de cair o queixo e de encher a alma! Não devem nada a cenários espetaculares por esse mundo afora, rivalizando com Grand Canyon, Perito Moreno, Yosemite, Ilhas Gregas entre outras maravilhas.

Matuete_Lençois_Maranhenses_03Mas é justamente em lugares menos desenvolvidos e sofisticados, como os que temos no Brasil, que conseguimos enxergar de perto o serviço, os detalhes, as pessoas e o capricho com que vocês organizam nossas viagens.Tudo perfeito e impecável. As hospedagens, embora simples (e fomos avisados disso), são muito agradáveis e simpáticas.

Matuete_Lençois_Maranhenses_04

No roteiro todo, o ponto alto foi o atendimento, as pessoas que nos receberam e os programas. Em Atins, destaco as lagoas e o pôr do sol; o motorista excelente, o restaurante da Sesé; o jantar na Ferme de George e os passeios
de Stand-up e de quadriciclo.

Matuete_Lençois_Maranhenses_05

O Tupaiú é muito gostoso e é uma maneira especial de conhecer o Tapajós. Nos encantaram as praias, os banhos de rio, a trilha na floresta, a canoagem, os pontos onde ancoramos para dormir, mais pôr do sol, fauna e flora locais, pesca de piranha, artesanato e principalmente as pessoas: sempre atenciosasalegres e dispostas

Matuete_Lençois_Maranhenses_06

E, durante toda a viagem, nossa anfitriã: simpática, prestativa, alegre, disponível e pronta para mudar qualquer coisa que solicitávamos. Esses anfitriões são um ativo muito importante da Matueté, que vamos sempre incluir em nossas viagens.
Fazem a diferença.

Matuete_Lençois_Maranhenses_07

Obrigado novamente e até a próxima.
Abraços, L.O.R.M

Posted by
6 de junho de 2016 0

:: (a) África | (a) Américas | (a) Ásia | (a) Europa | Acontece por aí | Brazil - Central-west Region | By Matueté | Celebrações | Matueté em Campo | Matueté on the road | Nature | Natureza | Produções Matueté | Sem categoria

Maio foi um mês muito especial na Matueté. Viagens inacreditáveis, novidades saindo do forno, a vida foi animada aqui na rua Tapinás.

Dá uma olhada no que aconteceu, é muito bom dividir com você.

marrocos menor

O mês de maio deu start a uma temporada – até setembro – importante para você que busca se aventurar pelo Marrocos: um roteiro de verão da Maisons de Rèves, conjunto de casas dos sonhos, que podemos até chamar de Oásis.

DSC_3945

 O projeto mais famoso deles é um Kasbah no deserto de Ouarzazate, o Dar Ahlam, mas que fica impraticável no verão marroquino.

Pensando nisso, foi criado um percurso por duas belas casas tradicionais no sul do país, com programas de praia, passeios de bicicleta, contemplação dos campos de argan e da paisagem tranquila.

 DSC_4973

DSC_4641        DSC_4251

 ___________________________________________________________________________

unnamed

A Matueté cada vez mais digital

Esse mês começam os testes de uma nova ferramenta para facilitar a sua viagem. Em parceria com o aplicativo Axus*, você poderá consultar itinerários, reservas, dicas, de qualquer lugar. A primeira viagem com a utilização do Axus acontecerá em breve e voltamos com mais novidades.

___________________________________________________________________________

rev biro tokyo

 

Gabi Figueiredo na Revista do Birô

Para a primeira coluna da nossa Diretora de Viagens, Gabi Figueiredo, o destino escolhido não podia ser mais perfeito: Tokyo. A beleza evidente no caos da cidade é característica marcante e deixa os viajantes com vontade de não voltar.

Leia a coluna na íntegra na Revista do Birô. É só clicar na foto!

 

___________________________________________________________________________

piracaia novo

Maio foi um mês muito especial na área de Villas da Matueté. Destinos para todos os tipos de viagens foram incluídos no nosso portfólio, da represa de Piracaia à Itaipava na serra carioca, casas encantadoras e com diversas atividades se tornam a nossa aposta para as suas férias de inverno desse ano.

kigo

Junto com o lançamento das Casas de Campo, estreamos uma plataforma no lugar do site tradicional da Matueté Villas. O novo site traz informações completas sobre cada destino, facilitando assim a sua busca para o destino perfeito e momentos inesquecíveis em família ou com um grupo de amigos.

___________________________________________________________________________

pantanal

 

Já pensou em passar alguns dias em uma verdadeira fazenda pantaneira, mas com conforto e boa comida?

Durante a temporada de maio a setembro, o Pantanal está em sua melhor época para ser visitado. É quando a água, que antes alagava os campos e pastos, volta para o Rio Negro, as grandes lagoas secam e inicia-se o ciclo da seca. Com isso, toda a enorme variedade de animais do Pantanal se aglomera em torno da água que sobrou. O Vazante do Castelo é um dos maiores – se não o maior – espetáculos de vida selvagem em terras brasileiras.

pantanal

O dia a dia de uma viagem ao Pantanal é dinâmico: safaris, focagem noturna de animais, trilhas na mata, caiaques e, dependendo do lugar, cavalgadas e pescarias. Ao chegar de volta ao lodge, uma boa comida, quartos confortáveis, piscina e uma vista de tirar o fôlego. Não é à toa que o lugar se torna cada vez mais disputado por viajantes de alma aventureira e amantes da natureza de todos cantos do mundo.

Contudo, o Pantanal tem seus segredos, e escolher o lodge certo para cada perfil de viagem é fundamental. As novas acomodações da Caiman – Casa RK e Sede – são a pedida da temporada.

Junto ao Pantanal, é inevitável mencionarmos Bonito, um dos lugares mais lindos do mundo, por que não fazer os dois num roteiro de 8 dias e 7 noites?

308206648_6944052d59[1]  16128188  Departures139

___________________________________________________________________________

bossa

Iniciamos o mês com um foco em Bossa, o que não poderia ser melhor. A preparação de duas lindas celebrações entre amigos na Toscana está a todo vapor, e os detalhes preciosos variam desde a seleção do trio de cordas que acolherá um dos aniversariantes na chegada, à produção do próprio vinho com rótulo da família. Paisagens escolhidas a dedo por onde o grupo passará com suas vespas e logística de todos. Tudo está sendo preparado nos mínimos detalhes para que cada viagem seja produzida com excelência, personalidade e encantamento únicos.

___________________________________________________________________________

Natureza

Uma equipe e a natureza

No corporativo, focamos nossas energias em uma viagem dinâmica de integração, com uma corrida de aventura no meio da mata para os funcionários de uma empresa e suas famílias. Contando com acomodações em um lodge 100% sustentável, a viagem termina com uma festa junina, com direito a quadrilha, fogueira e marshmallows ao cair da tarde.

 

___________________________________________________________________________

highlight

Em maio estruturamos uma das mais incríveis expedições de aventura da Matueté. Uma viagem customizada para estrangeiros pelo Pantanal, Xingu e Rio de Janeiro. Os viajantes acamparam no meio da mata e contaram com paradas estratégicas em instituições como a S.O.S Pantanal, o Projeto Onçafari e a Escola Jatobazinho. Foram feitas doações para cada causa e, nossa equipe, que contou com uma grande campeã de corrida de aventuras, estava sempre um passo à frente para garantir que tudo saísse com perfeição. Foi mais um case de sucesso da Matueté Bossa!

___________________________________________________________________________

Matueté Insider

Destino certo para quem vai para Los Angeles, a cidade costeira de Santa Monica deixa saudade ao lembrarmos do famoso píer com a roda gigante movida a luz solar. Mas o que muitos não sabem é que além de linda, Santa Monica tem o lado artístico rico, e com uma vida social agitada.

Situada num prédio com ares industriais e rústicos, a Bergamot Station é exemplo perfeito do estilo de vida californiano. Um complexo de galerias de arte que recebe até 600.000 pessoas por ano, e que um dia foi uma estação de bonde, ligando o centro de Los Angeles ao Píer de Santa Monica. Foi concebida pelo governo em conjunto com Wayne Black, e hoje em dia é destino certo para os amantes da arte.

___________________________________________________________________________

Bem vindo e Boa Viagem

 

 

Posted by
21 de outubro de 2015 0

:: By Matueté | Celebrações | Produções Matueté

MANIFESTO BOSSA

 

A Matueté lida, desde 2002, com o que existe de mais precioso e fugidio: o tempo.

Nossa matéria-prima é o tempo livre, o tempo reservado para o prazer e a descoberta, o descanso e a aventura.

Esse tempo da fruição descomprometida é o verdadeiro luxo de nossa época; nosso objetivo é ajudar cada cliente a aproveitar ao máximo esses raros momentos.

Ao longo de nossa trajetória, no entanto, testemunhamos transformações na maneira como as pessoas aproveitam esse tempo livre. Ir a lugares remotos com todo conforto e infraestrutura, era, há alguns anos, algo raro e surpreendente.

Nascemos para atender a essa demanda, trabalhando com o que chamamos de turismo de experiência.

Hoje, porém, a viagem remota ou o hotel espetacular em um local de difícil acesso já não têm o mesmo impacto quando considerados isoladamente.

Isso, como tantas outras coisas, pode ser pode ser comprado com facilidade;  novos valores estão em jogo.

Se há algo que é verdadeiramente único é o afeto. O encanto de viajar está presente em qualquer situação, é claro, mas é mais intenso quando partilhado.

É cada vez maior o número de pessoas que, para comemorar uma data especial, prefere fazer uma viagem com trinta amigos queridos a receber 300 convidados em uma festa.

Elas sabem que a viagem permanecerá na memória de cada um dos presentes, ao passo que a festa durará apenas algumas horas e acabará se confundindo com as lembranças de tantas outras parecidas.

Dessa constatação nasceu a Matueté Bossa, uma divisão da Matueté especializada em viagens de comemoração para pequenos grupos de amigos.

Oferecemos apoio a quem quer dividir experiências, fortalecer laços, construir memórias: para nós, reunir aqueles que amamos e celebrar juntos nos lugares mais belos do planeta é a forma mais nobre de usar o tempo, e é essa a direção da vanguarda do turismo de luxo contemporâneo.

boss2

 

Visite o Matueté Bossa e inspire-se para suas próximas celebrações! :)

Posted by
27 de julho de 2015 0

:: Acontece por aí | By Matueté | Insider

Na última sexta feira tivemos um autêntico high tea britânico aqui no escritório, oferecido pelo The Milestone Hotel, de Londres, em parceria com a Leading Hotels of the World.

Um ótimo motivo pra reunir a turma e colocar o papo em dia em meio a uma seleção incrível de “pastries” e outras delícias que coloriram a nossa tarde. :)

t

O assunto da vez foram os 5 hotéis do grupo Red Carnation que fazem parte da LHW: o Twelve Apostles, em Cape Town; Hotel d’Angleterre, em Genebra; Ashford Castle, na Irlanda; The Milestone Hotel, em Londres e Oyster Box, em Durban.

Obrigada pessoal, foi bom demais!

Posted by
10 de junho de 2015 0

:: *Urban | Acontece por aí | Art & Architecture | Brazil - Southeast Region | By Matueté | Sem categoria | Top 5 | Urbano

Pode até parecer que São Paulo tenha se tornado a queridinha do Street Art mundial do dia pra noite, mas esse reconhecimento é fruto de muita persistência e audácia de vários entusiastas urbanos que, há anos, investem em arte criativa e fazem da cidade um celeiro de artistas descolados e galerias bacanas (bacanas mesmo!), comparáveis a Berlin, Tóquio e Los Angeles.

Os bairros Jardins e Pinheiros ainda dominam esse mercado, mas basta dar uma voltinha pelo Cambuci, Glicério ou pelo Centro da cidade, para ver cada vez mais espaços em prédios antigos, que renovam constantemente sua programação, com workshops, palestras, saraus e até pocket shows, para se tornarem ainda mais atraentes e completos.

Como adoramos o tema, decidimos listar 11 galerias imperdíveis na cidade. Pra curtir e inspirar!

1.A7ma

A A7MA (pronuncia-se A-sétima) fica num ponto estratégico da Vila Madalena, justo em frente ao Beco do Batman (a meca do graffiti brasileiro) e virou referência, com quartos recheados de obras de artistas emergentes, staff simpático e preços honestos. Todas as quartas-feiras acontecem o já consagrado Sarau do Burro, com performances incríveis, e aos sábados sempre tem alguma expo de qualidade ou um agito interessante!

a7ma

2. King Cap

A King Cap começou como uma graffiti shop (a primeira fora do centro de SP) vendendo latas de spray, canetões para tags e camisetas importadas. Hoje, conta com um espaço no andar de cima que abriga algumas das melhores exposições da cidade, sempre impécáveis! Vale a pena conhecer e dar uma folheada nos livros e revistas que eles tem por lá. O Instagram da loja também é bem bacana :)

king cap

3. Tag Gallery

Ocupando um espaço no centro histórico da cidade, a Tag Gallery deriva do antigo Tag and Juice, que era um mix de galeria e loja para bikes fixed gear. Com curadoria de Billy Castilho, se dedica ao desenvolvimento da Street Art e sua conexão com artistas de todo o mundo. As vernissages são animadas e a vista do prédio é bem especial, a cara de SP.

tag

4. Overground Art Studio Gallery

Próximo à Pinacoteca de São Paulo, está o criativo estúdio que tem como conceito apresentar artistas ousados e pichadores veteranos. Sob a tutela de Zezão (celebrado artista que desenha nos esgotos dos maiores centros urbanos do planeta), a galeria tem uma linguagem underground bem vanguardista. Pra sair do óbvio…

over

5. Pivô

Em pleno edifício Copan (do mestre Oscar Niemeyer), o PIVÔ é uma associação cultural sem fins lucrativos que promove atividades de experimentação no campo da arte, arquitetura, urbanismo e outras manifestações contemporâneas. A programação contempla exposições, intervenções, cursos, debates e palestras, alternando projetos de concepção e produção própria. Para quem gosta de fotografar,  a locação é bem linda!

pivo

6. Galeria Gravura Brasileira

Fundada em 1998, essa casinha rústica nasceu com a proposta de mostrar a gravura histórica e contemporânea em toda a sua diversidade, com exposições temporárias e um acervo belíssimo. A galeria diz ser o único espaço de exposições no país dedicado somente à gravura, com mais de cem exposições realizadas nos últimos 10 anos. Um clássico!

gravura

7. Choque Cultural

A Choque Cultural foi a grande pioneira dessa febre do Street Art paulistano, e foi palco de exposições épicas de artistas renomados como Gêmeos, Coletivo Bijari Speto ainda no final dos anos 90. O núcleo de artistas representados pela galeria ainda é um dos mais poderosos do país. Não deixe de passar por lá e confira a fachada que vai se transformando a cada temporada. Respeito total!

choqueL-640x426

8. White Cube

Filial da famosa galeria de Londres, a White Cube desembarcou em São Paulo para expandir o cenário da arte contemporânea em meados de 2012 e ainda se mantém fresca e original. Instalada num antigo depósito, traz vários artistas internacionais para expor com frequência. Avant Garde!

A fachada da White Cube

 

9. Doc Galeria

Essa é para os amantes de fotografia, como nós! (E não estamos falando de Instagram) A galeria, que também funciona como escritório, está focada no que é captado por lentes alheias, com propostas pra lá de interessantes. Além das expos, o espaço também realiza oficinas e encontros para debater Arte fotográfica.

docgaleria1

10. Casa Triângulo

Desde 1988, a Casa Triângulo é uma das galerias brasileiras mais importantes e respeitadas da cena de arte contemporânea, e se destaca por desempenhar um papel crucial na construção e consolidação de carreiras de vários artistas relevantes na história recente da arte brasileira, como o grafiteiro Nunca, por exemplo. Um must see pra quem curte arte!

trian

11. Museu aberto de Arte Urbana

E, como não poderia deixar de ser, temos um representante definitivamente urbano: o Museu aberto é formado por 66 pilastras de sustentação da linha Azul do metrô, e ficam na Avenida Cruzeiro do Sul. Pintados por 58 grandes nomes do Graffiti, a iniciativa do projeto surgiu quando 11 deles tentavam pintar essas mesmas pilastras e acabaram presos pela polícia. Após solucionarem a questão, amadureceram a ideia, foram atrás da regularização fiscal e ainda ganharam o apoio da Secretaria de Estado da Cultura, que bancou todas as latas de spray! É só chegar…

aberto

Posted by
21 de maio de 2015 1

:: (a) Américas | Adventure | Brazil - Northeast Region | By Matueté | Dica do Viajante | Matueté on the road | Natureza | Produções Matueté

Olá,

Das inúmeras viagens que fiz aos Lençóis Maranhenses, uma foi especialmente gratificante. Quando a Matueté identificou que precisávamos criar uma nova proposta de itinerário, diferente do que era sugerido por todas as agências naquele momento, abracei o desafio e me mandei para lá.

DSC_0099  – Sobrevoo no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses -

E eu tinha um grande objetivo: criar um roteiro por esse lugar incrível, sem depender de Barreirinhas, a principal porta de entrada da região e já muito desgastada pelo turismo de massa. Nada fácil, mas este tipo de questionamento, buscando sempre o autêntico, transforma nossa maneira de produzir roteiros até hoje.

Lençóis tem uma natureza única, em constante mutação. Não existe nada comparável a essa paisagem transgressora, absolutamente inconcebível em qualquer outro lugar do mundo. Talvez algum deserto africano, só que ao avesso, já que água doce é algo nada raro nesta parte do Brasil!

12- Olhando assim, até parece um deserto -

Hoje, algum tempo depois daquela viagem que modificou absolutamente tudo, é bom lembrar dos highlights. O ponto de partida foi São Luís do Maranhão; um pernoite tranquilo para garantir total disposição nos próximos dias…

sl- Entardecer no centro histórico de São Luís  -

O plano era bastante simples: entrar nos Lençóis pela porta dos fundos, aquela que geralmente os turistas nem sabem que existe. E assim, parti de carro rumo ao município de Humberto de Camposde onde saí numa voadeira pelo Rio Alegre – um rio despretensioso, esquecido pelo tempo, margeando mangues, buritizais e que não dá a dimensão do que acontece a seguir.

IMG_6724- A veloz e prática Voadeira (muito prazer!) -

De repente, ao fazer uma curva de rio me deparei com uma cena de tirar o folego – uma gigantesca duna de areia, a magnífica Ponta América. Tive ali a sensação de que meu plano ia dar certo!

bb- Imensidão de dunas-

O pequeno vilarejo de Santo Amaro, onde desembarquei, correspondeu totalmente a minha expectativa. Apesar de hotéis muito simples, encontrei um lugar extremamente hospitaleiro e ainda pouco corrompido por um turismo descompromissado.

Nos dias seguintes explorei as incríveis lagoas desta região (algumas podem chegar a 8 metros de profundidade) e levei um susto: eram ainda mais bonitas que as lagoas próximas a Barreirinhas. Parecia incrível que esse lugar era ainda tão pouco visitado! Sabia que com alguns toques especiais, que a Matueté se especializou em produzir ao longos dos anos, a rusticidade dos hotéis podia tranquilamente ser superada. Os cenários para picnics e jantares a luz de velas, eram perfeitos.  

Imagem 130- Jantar a luz de velas nas dunas -

De Santo Amaro, passei rapidamente por Barreirinhas para confirmar aquilo que já sabia: não valia a pena passar muito tempo por lá, e logo embarquei numa voadeira para subir o Rio Preguiças em direção ao mar.

b- Barreirinhas: um oásis de água fresca e dunas macias… a ser compartilhado entre muita gente -

Descobri os vilarejos encantadores de Atins e Caburéonde as dunas encontram o mar e que hoje estão virando um ‘point’ de kitesurf. De lá, atravessei de quadriciclo para Paulino Neves, um outro interessante vilarejo, já próximo do fascinante Delta do Rio Parnaíba, e ponto de parada ideal para quem pretende esticar o roteiro e ir até Jericoacoara de jipe, já no Ceará.

DSC_0020 - A atmosfera de Atins -

E o que guardo dessa viagem de inspeção?  A certeza que para desenvolver roteiros verdadeiramente inovadores, é necessário olhar além do óbvio, e não acreditar que o mais confortável é necessariamente melhor.

DSC_0177-  o surrealismo de Caburé -

Lençóis Maranhenses é um destino que todos deveriam conhecer, especialmente os mais desprendidos, em busca de uma experiência transformadora, numa paisagem inigualável, que rompe os parâmetros naturais e sociais com os quais já estamos tão acostumados.

Onde mais encontrar a plenitude na simplicidade? Eu tenho certeza que o verdadeiro luxo mora nos Lençóis Maranhenses…

santo amaro (3)

Espero que este relato seja uma inspiração para outras viagens fantásticas por aí.

Um forte abraço,

Bobby Betenson

descrição bobby

Posted by
13 de abril de 2015 0

:: Art & Architecture | By Matueté | Celebrações | Com crianças | Nature

Piscina é sempre uma delícia. Para nadar, se exercitar, boiar ou simplesmente desejar estar numa delas agoraNão foi fácil, mas fizemos esta seleção de apenas 6 piscinas surreais do nosso portfolio de Villas e já começamos a sonhar com uma braçada aqui, outra ali…

Trancoso Villa 16

                      Mais sobre a casa: - Villa 16: Trancoso BA -

- – - – - – -

Buzios Villa 4

                              Mais sobre a casa:   - Villa 04: Búzios RJ -

- – - – - – -

Trancoso Villa 5 v2

 Mais sobre a casa:  - Villa 05: Trancoso BA -

- – - – - – -

Trancoso Villa 24 v2

 Mais sobre a casa:   - Villa 24: Trancoso BA -

- – - – - – -

Angra Villa 3

 Mais sobre a casa:    - Villa 03: Angra dos Reis RJ -

- – - – - – -

Trancoso Villa 21 v2

  Mais sobre a casa:  - Villa 21: Trancoso BA -

Posted by