Matueté Blog

Acontece por aí

26 de agosto de 2015 0

:: (a) Europa | Acontece por aí | Dica do Viajante | Matueté on the road

Olá,

Quem me conhece sabe do meu desejo antigo em ver a aurora boreal, um dos maiores espetáculos da natureza. As auroras são difíceis de prever e mesmo sabendo que não teria garantia de vê-las, essa foi minha principal motivação quando decidi conhecer a Islândia.

2

Próxima ao Círculo Polar Ártico, tem estações do ano bem distintas. Escolhi viajar no inverno, na semana do meu aniversário e para ver uma ilha branca (nunca imaginei que encontraria tamanha variedade de uma cor tão pura!), com dias curtos que duram apenas quatro horas.

3

No verão parece que a paisagem muda por completo, as noites praticamente não existem, os animais ficam soltos no pasto e a ilha é verde, fazendo um contraste bonito com o branco das geleiras.

Há um ditado curioso por lá: “se você não está satisfeito com o clima, espere 5 minutos”e é verdade, já que ele muda o tempo inteiro. Ainda assim o ar é puro, o céu é lindo e a Islândia é considerada um dos países menos poluídos e mais saudáveis do mundo!

4

Sua capital é Reykjavík (pronuncia-se Reiquiavique) e o nome quer dizer “baía fumegante”. Por incrível que pareça, a cidade de telhados coloridos e sem muita modernidade aparente, passou a ditar tendência graças a efervescente cena artística e ao Harpa Complex, um centro cultural projetado pelo artista Olafur Eliasson. Tem uma vida noturna animada, bares com apresentações de artistas promissores e ótima gastronomia, incluindo o melhor hot dog do mundo, segundo os locais. 

5

É um destino para aventureiros sem frescuras de conforto. Como o turismo é relativamente recente, o serviço nos hotéis é informal, do tipo faça você mesmo. E quem não quer ficar atolado na neve, deve contar com um motorista experiente a bordo de um Super 4X4 já que as atividades requerem grandes deslocamentos – inclusive foi preciso socorrer alguns motoristas desavisados enquanto estivemos por lá!

6

E há muito a se fazer: caminhadas por geleiras, passeios de snowmobile, conhecer o parque Thingvelli (patrimônio da UNESCO), as quedas d’agua Gulfoss e Seljalandsfoss, o trenó puxado por huskies (um must para as crianças), cavernas de gelo, observar as baleias e, para os que conseguem enfrentar uma água fria (média de 0ºC), ainda existe o mergulho entre as placas tectônicas da América do Norte e da Eurásia.

                                7              8

Sem contar a emoção de um sobrevoo em helicóptero e ver as belas praias de areia preta e crateras em erupção. Esse passeio é obrigatório para entender a dimensão e a natureza crua da Islândia e foi um dos mais bonitos que já fiz na vida, um must see!

Ao final, ainda ganhei uma surpresa do meu marido (e melhor companheiro de aventuras): encontrar uma garrafa de champanhe escondida na neve e celebrar meu aniversário do jeitinho que eu gosto: viajando em boa companhia! 

                                 9             10

E a aurora boreal, Anita? Pois é, não foi desta vez. O que reforça que nem mesmo condições perfeitas garantem vê-las. Mas, minha busca não acaba aqui e a Islândia deixa um gostinho de quero mais.

Quem sabe no verão, uma atmosfera diferente, verde e colorida. Quem sabe apreciar o sol da meia noiteexplorar o Norte, ou dar uma esticada na Groenlândia. Uma nova aventura e a renovação do meu desejo antigo: o esplendor da aurora boreal

11

Espero que este relato te motive a viver experiências incríveis mundo afora!

Um grande abraço,

Anita Besson Moraes Abreu
 
 
14
Posted by
19 de agosto de 2015 0

:: (a) Américas | Acontece por aí | Matueté on the road

Na última semana, parte da nossa equipe esteve em Las Vegas, acompanhando a última edição da Virtuoso Travel Week, feira tradicional do turismo de luxo que conta com a participação dos principais fornecedores do setor, além de vários eventos bacanas e um clima delicioso!

Foi a oitava edição do evento em que Matueté  marcou presença e a turma voltou cheia de prêmios e muitas novidades fresquinhas de lá…

1

Dentre muitos highlights,  vale destacar as novas ferramentas de tecnologia para aprimorar as experiências do viajante, o foco nos Jogos Olímpicos do Rio no próximo ano, o Ashford Castle , na Irlanda (do grupo Red Carnation) foi consagrado hotel do ano, o Rosewood Beijing ganhou o prêmio de “hotel to watch” e o Ritz Carlton Kyoto ganhou como “achievement em Design”. (Adoramos todos eles!)

Além disso, o Dolder Grand, de Zurique ganhou na categoria melhor Spa (o que é muito legal por se tratar de um Spa urbano), o frisson causado pela aguardada inauguração do Soneva Jani nas Maldivas em 2016 e o novo restaurante de tapas ítalo-espanholas do hotel Bellagio, o Lago.

6

Os after parties animados do Grupo Rocco Forte, o almoço com nossos parceiros do Connaught, Berkeley e Claridge’s e o jantar do Grupo Oetker para os melhores parceiros da América Latina!

2

1472 appointments, em 4 dias; uma verdadeira maratona, mas a feira é tão dinâmica que nem parece! E a melhor parte foi ver quase todos da nossa equipe bem recompensados nos sorteios realizados ao longo do evento, garantindo regalias para as próximas aventuras. Parabéns turma!

                    4        3

Guardaremos com carinho as ótimas recordações, os novos contatos, parcerias e contem sempre com o apoio da Matueté nas próximas edições. :)

 

 

 

Posted by
5 de agosto de 2015 0

:: (a) Américas | Acontece por aí | Brazil - Southeast Region | Hospitality

Dá pra acreditar que daqui a exatamente 1 ano estaremos celebrando o início dos primeiros Jogos Olímpicos no Brasil?

Pode até parecer que ainda falta muito, mas já dá pra sentir o clima olímpico invadindo vários lugares do Rio de Janeiro e inclusive aqui na Matueté, pois quem quer garantir um bom lugar num dos eventos esportivos mais emocionantes de todos os tempos, a hora é agora!

As obras nas quatro regiões principais da cidade já estão a todo vapor, como o Complexo Esportivo de Deodoro, o Parque Olímpico da Barra e as Regiões do Maracanã e de Copacabana, com quase 85% de conclusão.

parque_olimpico_visao_geral

Difícil mesmo é conseguir ingressos e um lugar ao sol, já que o Rio tem um número surpreendentemente limitado de hotéis (diferente de Olimpíadas anteriores) e há uma falta absoluta de boas opções de quartos na cidade, pois o governo local precisou garantir quase 100% de todas as acomodações ao COI (Comitê Olímpico Internacional) e seus patrocinadores.

Mas, não se preocupe, porque somos precavidos e ainda temos ótimas sugestões de apartamentos e Villas incríveis disponíveis para a época, basta dar uma olhada em nosso site, selecionar a opção que mais agrade e também os eventos que gostaria de assistir. O resto, deixa com a gente!

E que comece a contagem regressiva…. :)

Posted by
29 de julho de 2015 0

:: (a) Américas | Acontece por aí | Art & Architecture | Brazil - Southeast Region | Dica do Viajante | Urbano

Se você ainda vê São Paulo como a “cidade dos arranha céus sem personalidade arquitetônica”, fique sabendo que o MASP (Museu de Artes de São Paulo) acaba de entrar na lista dos 10 edifícios mais bonitos do mundo, segundo a Condé Nast Traveler!

masp2

Ao passar pela Avenida Paulista, muitas vezes, já nem notamos a ousadia dessa construção modernista que é a cara da cidade: quatro traves vermelhas sustentando um bloco de concreto quase suspenso, sob o qual se descortina uma excepcional paisagem urbana. Tem gente que gosta, outros nem tanto, mas o impacto que o prédio provoca é indiscutível!

O MASP foi inaugurado em 1947 por Assis Chateaubriand e Pietro Maria Bardi, marido de Lina Bo Bardi, com a ideia de armazenar cultura em um contêiner de arte e é um dos museus mais importantes do hemisfério Sul, com um acervo especial de mais de oito mil peças que incluem grandes nomes da pintura nacional e internacional.

Nada melhor que alimentar a alma com boas experiências, por isso não perca a chance de sentir-se um autêntico paulista, seja passeando pelo vão livre do espaço, visitando a feirinha que rola nos finais de semana ou conferindo todas as expos, palestras e eventos incríveis que o MASP promove, como a retrospectiva de Arte Francesa – que atravessa quase duzentos anos de produção artística na França – e que fica por lá até outubro.

Um privilégio! :)

Posted by
27 de julho de 2015 0

:: Acontece por aí | By Matueté | Insider

Na última sexta feira tivemos um autêntico high tea britânico aqui no escritório, oferecido pelo The Milestone Hotel, de Londres, em parceria com a Leading Hotels of the World.

Um ótimo motivo pra reunir a turma e colocar o papo em dia em meio a uma seleção incrível de “pastries” e outras delícias que coloriram a nossa tarde. :)

t

O assunto da vez foram os 5 hotéis do grupo Red Carnation que fazem parte da LHW: o Twelve Apostles, em Cape Town; Hotel d’Angleterre, em Genebra; Ashford Castle, na Irlanda; The Milestone Hotel, em Londres e Oyster Box, em Durban.

Obrigada pessoal, foi bom demais!

Posted by
24 de julho de 2015 0

:: (a) Europa | Acontece por aí | Art & Architecture | Dica do Viajante

Alguém mais quer se juntar a nós em um tele transporte coletivo para o verão europeu?

Além das várias exposições e eventos incríveis, essa semana começou também o Festival de Bregenz, na Áustria.

zauberflöte  seebühne bregenzer festspiele crossculture night

Imagine uma ópera com a Orquestra Sinfônica de Viena em cima de um gigantesco tronco humano dentro de um lago! Isso só pra ter uma ideia de como é o clima por lá….

O Festival acontece desde 1946, sobre duas barcas no Lago Constance, na cidade de Bregenz.

fez2

Já no primeiro ano, os visitantes austríacos, alemães, suíços e franceses, fizeram do festival um dos eventos internacionais de maior importância na cena cultural e grandes diretores já colocaram em cena suas óperas junto à Orquestra. O cenário é montado em plataformas onde a plateia ocupa uma espécie de semi arena, que permite, além da ótima visão, a sensação de maior envolvimento com as tramas encenadas, em proporções que beiram o assustador! É uma experiência única mesmo. :)

fez1

Aos interessados, confiram  um pouquinho da magia de Bregenz e acompanhe as obras, montagens e desmontagens dos cenários através da web cam disponível no site do festival.

fez5

*Fonte das imagens: http://bregenzerfestspiele.com/en
 
Posted by
21 de julho de 2015 0

:: (a) Oceania | *Beach | *Urban | Acontece por aí | Adventure | Dica do Viajante | Natureza | Urbano

Uma das coisas mais legais na Matueté é quando alguém da nossa equipe volta de um destino cheio de dicas fresquinhas… e dessa vez foi a Luiza Vaz Moreira, uma de nossas gerentes internacionais, quem esteve pela Austrália e trouxe vários highlights na bagagem.

1

Explorar Sydney, segundo a Lu, em um passeio de barco pelo Harbour Bay é um jeito incrível de babar pela melhor vista da cidade! As ilhas Lord Howe e Hamilton também não podem faltar para os que curtem um belo visual: praias de areia absurdamente branca, água cristalina e riquíssima biodiversidade. E a boa pedida em Melbourne – conhecida pela alta qualidade do Street Art e suas ruazinhas misteriosas -, é fazer o tour “Hidden Secrets of Melbourne”, que vasculha todos os cantinhos da cidade além dos restaurantes e lojas mais descoladas.

                   2            3

Vale a pena conhecer a península Freycinet, na costa leste da Tasmânia. A dica gastronômica por lá fica por conta do Hotel Saffire, que promove uma experiência deliciosa numa fazenda de ostras, onde você mesmo escolhe e degusta acompanhado de uma boa taça de champagne! E para os Art Lovers, imperdível também é o MONA Museum: depois de um passeio de ferry bem animado, chega-se ao local – que é considerado bastante ousado por causa do acervo pra lá de original – e durante a visita eles fornecem um IPad  com vários detalhes e curiosidades. A Lu adorou!

4

Se também ficou animado pra conhecer tudo que rola no Down Under, fale com a gente. 

Posted by
20 de julho de 2015 0

:: Acontece por aí | Insider

Wow!

Nada melhor que começar a semana com novidades e nós temos uma ótima pra dividir com vocês: a Matueté agora faz parte da seleta lista dos Trusted Travel Experts da Wendy Perrins – a Wow List!

wendy

Pra quem não conhece, Wendy Perrins se tornou uma das mais influentes consultoras de viagens do planeta após 20 anos como expert em novidades de consumo na Conde Nast Traveler. Depois de colaborar também com o Trip Advisor, Wendy desenvolveu um projeto solo – com o intuito de abolir viagens desinteressantes – e se tornou um ícone da indústria, sempre com as dicas mais originais e respeitadas. Por isso estamos tão orgulhosos!

Aproveite as travel tips mais quentes dando uma passeada pelo site da Wendy e em nossa página por lá.

E conte sempre com a Matueté para aproveitar o melhor de cada destino. :)

Posted by
16 de julho de 2015 0

:: (a) Europa | *Urban | Acontece por aí | Art & Architecture | Dica do Viajante | Urbano

Experiências inusitadas parecem mesmo ser a última tendência para viajantes destemidos que, assim como nós, adoram fugir da normalidade.

Um bom exemplo disso é o Urban Camping , um projeto inovador que acontece no verão de Amsterdã, até o final de agosto, e consiste numa exposição de arte ao ar livre na qual você também pode passar a noite. Já pensou?

amst1

A ideia de viver a “experiência artística de dormir”, partiu da holandesa Annette van Driel e de uma associação de arquitetos, artistas e voluntários que criaram 12 instalações, cada qual com um conceito e uma maneira única de promover a interação do hóspede com o seu objeto durante a noite.

                      amst7        amst4

Esta é a segunda edição do evento e pela primeira vez na praia de Blijburg, que fica em Ijburg, um bairro recém construído na cidade.

amst5

Uma dica original pra quem está curtindo o verão europeu e quer voltar pra casa com uma boa história pra contar. :)

E aí, anima?

*Fotos do site: www.urbancampsiteamsterdam.com/en/
Posted by
10 de julho de 2015 3

:: (a) Américas | *Urban | Acontece por aí | Brazil - Southeast Region | Gastronomy | Hospitality | Top 5

Há algum tempo uma tendência já bastante conhecida em lugares como Nova York, Berlin e até mesmo Buenos Aires começou a ganhar popularidade em São Paulo e Rio: os chamados “jantares secretos”.

Tratam-se de experiências gastronômicas exclusivas em lugares improváveis, como uma livraria, uma galeria de arte ou até mesmo uma laje em pleno Morro do Vidigal, e muitas vezes o local do evento e o menu só são divulgados no mesmo dia.

Pode até soar como uma roubada, mas garantimos que não é! De fato, é uma maneira incrível de conhecer novas culturas e os sabores populares mais originais.

Separamos 5 opções para os que ficaram com vontade de conferir de pertinho:

1. Clandestino

O Clandestino  ocupa um sobrado ao lado do beco do Batman, no bairro da Vila Madalena, em SP, onde a chef Bel Coelho recebe 22 comensais, 1 vez ao mês, que pagam o jantar antecipadamente e se entregam a uma noite cheia de surpresas. O menu de seis ou mais etapas é todo inspirado nas viagens que a chef fez por 20 estados, privilegiando ingredientes bem brasileiros.

bel

2. Jantar Secreto

Gustavo Rigueiral, do catering Chef à Porter, também aderiu ao formato e decidiu receber dez pessoas por noite em um local  só  revelado no dia do evento, através de um e-mail, podendo ser em uma sala de jantar residencial, um studio de fotografia, ou um jardim ao ar livre em algum canto da cidade. O menu também é uma surpresa e traz memórias da infância do chef. A ideia é receber as pessoas de uma forma intimista, onde todos podem palpitar até na trilha sonora. Legal né? Para os interessados, basta mandar um e-mail para jantares.secretos@gmail.com e receber as coordenadas.

gus

3. Casa do Araujo

A casinha charmosa do músico Gustavo Araújo, que fica no coração da Vila Mariana, em São Paulo, também tem atraído muitos curiosos afim de uma experiência diferente. Há 4 anos, preferivelmente nas noites de sexta-feira,  Araujo recebe em sua casa e cozinha para cerca de 20 pessoas. Para reservar, basta mandar um e-mail para gustavo@casadoaraujo.com.br. Uma delícia!

ar

4. Fechado para Jantar

E o Rio também aderiu a essa onda de informalidade…. O chef Raphael Despirite organiza jantares em lugares pra lá de inusitados. Os eventos já aconteceram em livrarias, teatros, no Morro do Vidigal, em uma loja de utensílios de cozinha e até em uma biblioteca pública. Para mais informações, clique aqui. :)

clo

5. Casa da Tia Léa

Quem diria que um terraço no morro do Vidigal, uma das favelas pacificadas do Rio de Janeiro, iria se tornar um dos hot spots da cidade maravilhosa? Tudo culpa de Tia Léa, cozinheira de mão cheia, que começou a servir feijoada aos sábados em sua casa e já recebeu elogios até da rainha Elizabeth, da Inglaterra! Comida saborosa, um sambinha para animar e uma vista deslumbrante do Leblon e Ipanema; estes são os ingredientes que não faltam na “laje” da Tia Léa e que se tornaram um sucesso carioca. :)

leah

Posted by