TAPIOCA
Matueté Blog
10 de julho de 2015 3

:: (a) Américas | *Urban | Acontece por aí | Brazil - Southeast Region | Gastronomy | Hospitality | Top 5

Há algum tempo uma tendência já bastante conhecida em lugares como Nova York, Berlin e até mesmo Buenos Aires começou a ganhar popularidade em São Paulo e Rio: os chamados “jantares secretos”.

Tratam-se de experiências gastronômicas exclusivas em lugares improváveis, como uma livraria, uma galeria de arte ou até mesmo uma laje em pleno Morro do Vidigal, e muitas vezes o local do evento e o menu só são divulgados no mesmo dia.

Pode até soar como uma roubada, mas garantimos que não é! De fato, é uma maneira incrível de conhecer novas culturas e os sabores populares mais originais.

Separamos 5 opções para os que ficaram com vontade de conferir de pertinho:

1. Clandestino

O Clandestino  ocupa um sobrado ao lado do beco do Batman, no bairro da Vila Madalena, em SP, onde a chef Bel Coelho recebe 22 comensais, 1 vez ao mês, que pagam o jantar antecipadamente e se entregam a uma noite cheia de surpresas. O menu de seis ou mais etapas é todo inspirado nas viagens que a chef fez por 20 estados, privilegiando ingredientes bem brasileiros.

bel

2. Jantar Secreto

Gustavo Rigueiral, do catering Chef à Porter, também aderiu ao formato e decidiu receber dez pessoas por noite em um local  só  revelado no dia do evento, através de um e-mail, podendo ser em uma sala de jantar residencial, um studio de fotografia, ou um jardim ao ar livre em algum canto da cidade. O menu também é uma surpresa e traz memórias da infância do chef. A ideia é receber as pessoas de uma forma intimista, onde todos podem palpitar até na trilha sonora. Legal né? Para os interessados, basta mandar um e-mail para jantares.secretos@gmail.com e receber as coordenadas.

gus

3. Casa do Araujo

A casinha charmosa do músico Gustavo Araújo, que fica no coração da Vila Mariana, em São Paulo, também tem atraído muitos curiosos afim de uma experiência diferente. Há 4 anos, preferivelmente nas noites de sexta-feira,  Araujo recebe em sua casa e cozinha para cerca de 20 pessoas. Para reservar, basta mandar um e-mail para gustavo@casadoaraujo.com.br. Uma delícia!

ar

4. Fechado para Jantar

E o Rio também aderiu a essa onda de informalidade…. O chef Raphael Despirite organiza jantares em lugares pra lá de inusitados. Os eventos já aconteceram em livrarias, teatros, no Morro do Vidigal, em uma loja de utensílios de cozinha e até em uma biblioteca pública. Para mais informações, clique aqui. :)

clo

5. Casa da Tia Léa

Quem diria que um terraço no morro do Vidigal, uma das favelas pacificadas do Rio de Janeiro, iria se tornar um dos hot spots da cidade maravilhosa? Tudo culpa de Tia Léa, cozinheira de mão cheia, que começou a servir feijoada aos sábados em sua casa e já recebeu elogios até da rainha Elizabeth, da Inglaterra! Comida saborosa, um sambinha para animar e uma vista deslumbrante do Leblon e Ipanema; estes são os ingredientes que não faltam na “laje” da Tia Léa e que se tornaram um sucesso carioca. :)

leah

Posted by
  • Olá pessoal!

    Obrigado pela citação.
    Estou compartilhando o post na nossa página no facebook: http://www.facebook.com/casadoaraujo
    Um forte abraço a todos!
    Gustavo Araujo
    (Casa do Araujo)

  • Luiz disse:

    O http://www.kitchennd.com.br possui vários chefs que fazem isso e é possível reservar o jantar lá.